Solenidade militar marca os 51 anos da Academia Policial Militar do Guatupê
08/03/2022 - 21:41

Comunicação Social da APMG
7 minutos de leitura

 

Uma solenidade militar na manhã desta terça-feira (9) marcou a passagem dos 51 anos de criação da Academia Policial Militar do Guatupê “Coronel PM Antonio Michaliszyn” (APMG). A concorrida solenidade aconteceu no pátio de formaturas da própria APMG, no município de São José dos Pinhais (PR), e contou com a participação de diversas autoridades militares, civis e eclesiásticas.

 

O governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, participou do evento acompanhado pela primeira-dama, Luciana Saito Massa. O casal chegou ao local do evento por volta das 10h00 e foi recepcionado com honras militares pelo comandante-geral da Polícia Militar do Paraná (PMPR), coronel Hudson Leôncio Teixeira, e pelo anfitrião do evento, o comandante da APMG, tenente-coronel Waldick Alan de Almeida Garrett.

 

Como forma de homenagear a todas as mulheres paranaenses, pela comemoração do Dia Internacional da Mulher, a primeira-dama Luciana Saito Massa foi homenageada com flores e uma moeda comemorativa da APMG, entregues pelo comandante da Academia, tenente-coronel Garrett, e pela cabo Lígia Adriane de Araújo, mulher policial militar que há mais tempo serve na APMG.

 

Entrega de medalhas

 

Na solenidade, houve também entrega de medalhas a policiais militares e autoridades civis. Foram entregues as medalhas do Mérito do Ensino Policial-Militar e do Mérito do Ensino Bombeiro-Militar, destinadas a homenagear militares e civis, ex-alunos, professores e personalidades públicas que tenham prestado relevantes serviços e significativo apoio à área de ensino e instrução da PMPR. Dentre os homenageados com a medalha do Mérito do Ensino Policial-Militar estavam o comandante do 5º Comando Regional de Polícia Militar (5ºCRPM), coronel Sérgio Almir Teixeira, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ-PR), desembargador José Laurindo de Souza Netto, o subcomandante do 13º Batalhão de Polícia Militar (13ºBPM), major Carlos Assad Mady, e a superintendente geral de Desenvolvimento Econômico e Social do Paraná (SGDES), Keli Cristina de Souza Gali Guimarães. Já a medalha do Mérito do Ensino Bombeiro-Militar foi entregue, dentre outros, aos médicos que atuam junto ao Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (SIATE), João Cláudio Campos Pereira e Mônica Koncke Fiuza Parolin, bem como ao chefe do Centro de Ensino e Instrução (CEI) do Corpo de Bombeiros do Paraná, major Eduardo José Slomp de Aguiar.

 

Outra condecoração entregue na solenidade foi a medalha do Cinquentenário da APMG, criada em 2021, no ano do cinquentenário da Instituição de Ensino Superior, a qual é destinada a homenagear ex-alunos, instrutores e integrantes do corpo administrativo que passaram pela Academia desde sua criação até o dia em que completou cinquenta anos, em 8 de março de 2021. A honraria foi concedida ainda a personalidades civis cujas trajetórias pessoais ou profissionais se relacionam de alguma forma com a história da APMG. Na solenidade de hoje, foram entregues as últimas medalhas do Cinquentenário, que a partir de então, não mais serão concedidas a nenhuma pessoa civil ou militar, tendo em vista o encerramento das comemorações alusivas aos primeiros cinquenta anos. Receberam a medalha do Cinquentenário, dentre outros, o governador do Estado, Carlos Massa Ratinho Junior, a primeira-dama Luciana Saito Massa, o vice-prefeito de Curitiba Eduardo Pimentel Slaviero, o juiz auditor da Vara da Auditoria da Justiça Militar Estadual, Leonardo Bechara Strancioli, o maestro-chefe da Banda de Música da PMPR, capitão Elizeu da Silva, e o membro da Academia de Letras dos Militares Estaduais do Paraná (ALMEPAR), subtenente veterano Izaquiel Leal Miranda.

 

Cunhete do tempo

 

O ato que marcou a solenidade e a inscreveu na história foi o fechamento do Cunhete do Tempo, antiga caixa de munição em cujo interior foram depositados objetos e documentos alusivos às comemorações do Cinquentenário da APMG. Foram depositadas ainda diversas cartas no interior do Cunhete, redigidas por autoridades do presente e destinadas a autoridades do ano de 2071, quando a APMG chegará ao seu Centenário, e ocasião na qual o cunhete será reaberto. Autoridades como o governador Carlos Massa Ratinho Junior, a magnífica reitora da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), professora doutora Salete Machado Sirino, e o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel Slaviero, neste ato representando seu avô e governador emérito do Paraná, que criou a APMG em 1971, Paulo Cruz Pimentel, depositaram cartas que serão lidas somente no prazo de cinquenta anos, no prelúdio das comemorações do Centenário da APMG. Após o depósito das cartas, documentos e objetos, e deposição do Cunhete no receptáculo, foram efetuadas cinco salvas de dez tiros cada, em referência aos cinquenta anos da APMG, e mais um tiro, simbolizando o primeiro ano em direção ao Centenário.

 

 

Desfile da tropa

 

A solenidade foi encerrada com o desfile da tropa em continência às autoridades, e foi acompanhado de perto pelo comandante-geral da PMPR, coronel Hudson, pelo comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Junior, pelo subcomandante-geral da PMPR, coronel Rui Noé Barroso Torres, pelo subcomandante e chefe do Estado-Maior do Corpo de Bombeiros, coronel Gelson Marcelo Jahnke, e pelo comandante da APMG, tenente-coronel Garrett.

 

Além da tropa composta e comandada exclusivamente por cadetes da Escola de Formação de Oficiais (EsFO), que desfilou sob os acordes da sesquicentenária Banda de Música da PMPR, o desfile contou ainda com um pelotão motorizado, integrado pela frota de viaturas históricas da Corporação, além de viaturas especiais, viaturas representativas de unidades especializadas e até duas aeronaves do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

 

Participaram da solenidade muitas outras personalidades do Estado, como o chefe da Casa Civil do Paraná, João Carlos Ortega, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Social, Márcio Nunes, o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, coronel Rômulo Marinho Soares, os deputados estaduais Thiago Amaral e soldado Adriano José, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Fernando Augusto Mello Guimarães, o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Fernando Raimundo Schunig, e o diretor-geral do DETRAN, Wagner Mesquita de Oliveira.

 

 

Histórico e futuro

 

Academia Policial Militar do Guatupê foi criada em 8 de março de 1971, pelo Decreto nº 22.653. A obra, imponente até para os dias atuais, foi concebida e executada pela visão de dois grandes homens públicos: o então governador do Estado, Paulo Cruz Pimentel, e o então comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Antonio Michaliszyn. A Instituição de Ensino Superior como conhecemos hoje foi a sucessora de estruturas de ensino da Corporação que remontam ao início do século passado, como o Centro de Preparação Militar e o Centro de Formação e Aperfeiçoamento. 

Em 2010, foi criada a 2ª Escola de Formação Aperfeiçoamento e Especialização de Praças (2ª EsFAEP), em Maringá, dando início ao processo de interiorização da APMG. Hoje, a Academia conta com três subunidades: a Escola de Formação de Oficias (EsFO) e a 1ª EsFAEP, sediadas em São José dos Pinhais, e a 2ª EsFAEP em Maringá. O Comando-Geral da Corporação está em avançadas tratativas com o Governo do Estado para a criação da 3ª EsFAEP, no município de Cascavel, que será a quarta subunidade da APMG. Desde 2013 a APMG é vinculada academicamente à Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), como unidade especial, e desde 2017 é membro executivo da Red de Internacionalización Educativa Policial(RINEP), órgão colegiado internacional que reúne diretores de educação policial de diversos países.

Pelo Decreto n. 6925, de 22 defevereiro de 2021, passou a denominar-se Academia Policial Militar do Guatupê – Coronel PM Antonio Michaliszyn, como forma de honrar e eternizar na história o nome do comandante-geral que planejou e deu vida a essa grandiosa Instituição.