Reformas e revitalizações de estrutras aumentam segurança e funcionalidade na APMG
10/12/2021 - 21:16

Comunicação Social da APMG
3 minutos de leitura

 

No mês de janeiro deste ano de 2021, teve início uma série de reformas e revitalizações de espaços da Academia, com a finalidade de aumentar a segurança e a funcionalidade da Universidade da Polícia Militar do Paraná(PMPR). Ao longo de todo o ano foram realizadas diversas intervenções, que já modificaram o complexo e são objeto de elogios tanto pelo público interno, composto por alunos e pessoal administrativo, quanto pelos visitantes que passam pela APMG.

A primeira intervenção importante foi realizada no telhado do bloco da administração, onde foram reparados madeiramento e telhas comprometidas, e feita a substituição do sistema de calhas e rufos. Com essa medida, foi solucionado o problema de infiltrações e goteiras, que além do prejuízo à estética dos ambientes, colocava em risco a saúde do pessoal administrativo e os equipamentos eletrônicos, mobiliário e piso de madeira. Com esse problema solucionado, o próximo passo será a pintura interna do prédio da administração, para proporcionar um ambiente de trabalho mais agradável ao efetivo, bem como às centenas de visitantes que vão à APMG todos os anos.

Outra ação que melhorou a funcionalidade da APMG foi a operação tapa-buracos realizada no pátio de formaturas. O pátio, que tem área aproximada de 20.000 metros quadrados, é o palco de todos os grandes eventos da Polícia Militar, como as solenidades de 21 de Abril, 10 de Agosto, Dia da Bandeira, dentre outras, além de passagens de comando, aniversários de unidades e formaturas dos cursos realizados na APMG. Devido ao uso severo, o asfalto do pátio encontrava-se bastante deteriorado, com muitos buracos, o que dificultava a transposição a pé, sobretudo em marcha. Para resolver esse problema, foi realizada uma operação tapa-buracos, possibilitando assim o uso pleno do espaço, com mais segurança e conforto, inclusive para as instruções que são realizadas ali, como de ordem unida,de abordagem policial e de controle de distúrbios civis. Também, para organizar melhor a circulação e o estacionamento de veículos no interior da APMG, foi realizada execução de nova sinalização horizontal em toda a extensão das vias e estacionamentos principais. Essas duas ações foram realizadas pela APMG com o apoio imprescindível da Prefeitura de São José dos Pinhais.

Ainda para melhorar a apresentação do pátio de formaturas, foram executadas as pinturas das fachadas dos blocos de alojamentos I e II, que estavam bastante deteriorados e até mesmo incompatíveis com a fachada do bloco de alojamento III, reformado recentemente. Além da nova pintura das fachadas com a tradicional cor branca, foram desenhados os brasões originais da APMG, no bloco II, e da 1ª Escola de Formação, Aperfeiçoamento e Especialização de Praças(1ªEsFAEP) no bloco I. Neste último, ainda figurava na fachada o brasão e a denominação do antigo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças(CFAP), extinto por uma alteração legislativa há 10 anos, mas cujo brasão e denominação nunca foram corrigidos na fachada do prédio. Com as pinturas, as fachadas dos três blocos de alojamentos estão em excelentes condições de apresentação e com as denominações e brasões corretos, o que além de melhorar a estética no cotidiano da Academia, gera economicidade de tempo e recursos despendidos até então a cada solenidade para cobrir com tecidos as fachadas arruinadas.

Seguindo com a melhoria das instalações, com vistas à higiene do trabalho e atendendo à solicitação do público interno, foi realizada uma reforma dos alojamentos do Corpo da Guarda, com reparos no telhado, tratamento de infiltrações e pintura de todos os ambientes. Essa ação visa proporcionar melhores condições aos alunos e pessoal administrativo da APMG que executa as escalas de guarda ao quartel e, por esse motivo, tem de permanecer nos alojamentos ao longo das 24 horas de serviço, nos períodos de descanso, inclusive pernoitando nesses espaços.

Ainda no Corpo da Guarda, e também atendendo a sugestões, foi construído um muro em toda a extensão do Corpo da Guarda que confronta-se com a rodovia BR-277. Essa medida visa a aumentar a segurança das instalações da APMG, uma vez que até então a própria parede era a divisão entre as áreas interna e interna, gerando extrema vulnerabilidade, sobretudo nas partes onde havia janelas ou paredes de vidro. A partir de agora, o Corpo da Guarda fica completamente dentro dos limites dos muros, e há ainda área de recuo, garantindo melhor condição de visualização e eventuais abordagens a suspeitos.
 

Para o próximo ano, novas fases de reformas e revitalizações estão previstas, e serão anunciadas aqui na medida em que forem sendo executadas. Como exemplo, a instalação de portões no Corpo da Guarda, novas câmeras e refletores, além de um sistema automatizado de controle de acesso de pessoas e veículos, e na 1ªEsFAEP estão previstos já para o início do ano reparos elétricos e hidráulicos nos blocos de alojamentos e de salas de aula, para receber os novos soldados.